Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Radio TugaNet

Uma Radio Com Gente Dentro Na Web Desde 2002 Estudios em Londres

Escute a radio aqui:

11
Dez19

Uma freira grávida!

O caso deu-se na Sicília, Itália.

Era uma vez uma mulher que decidiu abandonar os prazeres desta vida terrena e partiu para um convento. Quem sabe se teve um desgosto de amor? um amor não correspondido? ou uma simples vontade de mudar de vida?

A freira em questão tinha chegado há pouco tempo e o voto de castidade era recente. Como uma pessoa tem dificuldade em abandonar hábitos antigos, a moça foi visitar a família lá em África. Algum tempo depois começou a queixar-se de dores na barriga. Terá sido uma comida estragada? algo que lhe caiu mal certamente! a jovem de 34 anos não via sinais de melhoras. Resolveu ir ao médico e o resultado foi bastante surpreendente: está grávida.

Agora só lhe resta abandonar o convento e dividir o seu amor a Cristo, com o da criança que vai nascer. Foi milagre!

noticia adaptada e imagem sabado

11
Dez19

Vai um docinho?

Amarante é uma terra linda, com as suas paisagens idílicas e o seu povo pacato e religioso. Claro que esta calmaria toda, muda radicalmente lá para o verão. Em junho, durante as festas de S. Gonçalo, o povo sai às ruas animado. É comer e beber até não poder mais!

Uma das iguarias da terra são os "Colhões de S. Gonçalo". Inicialmente eram só produzidos na época da festa mas hoje em dia, podem ser comidos todos os anos. E não é que este doce fálico faz as delicias das santas e das pecadoras?

Os doces em forma de pénis são cobertos com glacé branco e alguns podem ter recheio.

Sonia Files, do Turismo de Amarante, explica: "O ritual de oferecer os bolos de São Gonçalo terá origem na época romana, ou mesmo até em sociedades pré e proto-históricas. São rituais que continuam hoje em dia, representados na oferta de bolos fálicos e figos secos a 10 de Janeiro e nas festas de Junho em honra do Santo".  

O doce pode chegar aos 30 cm ou então pode ser vendido em saquinhos pequenos.
Vai um docinho?

noticia adaptada e imagens do site vice.com

 

11
Dez19

Reino Unido. Economia parada à espera do Brexit

"A economia britânica não registou crescimento nos últimos três meses" diz o Instituto Nacional de Estatísticas britânico.

Jack Leslie, analista de economia da Fundação Resolution, afirmou à BBC que os desafios internos do Reino Unido surgem numa conjuntura de crescimento global fraco para o próximo ano. E critica a tática adotada por conservadores e trabalhistas, que tem sido ignorar o problema.


"Enquanto os principais partidos têm evitado debater durante a campanha eleitoral os desafios colocados por este ambiente económico, navega-lo vai ser sempre uma tarefa central do próximo Governo", alertou.

No fundo, tudo se joga na eventualidade de se dar ou não o Brexit.

"A economia britânica enfrenta dificuldades em acelerar, depois de ter escapado à recessão do terceiro trimestre. A forte contração da atividade na construção lembra-nos até que ponto a desaceleração mundial e as incertezas relacionadas com o Brexit continuam a travar o crescimento", resumiu a empresa de consultoria financeira Deloitte.

E com este vai e vem, a incerteza só aumenta e a oposição aproveita-se disso dizendo: "Podemos esperar mais cinco anos de fracassos e de estagnação da economia se os conservadores ganharem" as eleições, reagiu John McDonnell, futuro ministro das Finanças de um eventual Governo trabalhista.

noticia adaptada e imagem do site rtp

10
Dez19

Morreu a vocalista dos Roxette, Marie Frediksson.

Marie Frediksson, a vocalista dos Roxette, morreu aos 61 anos devido a um tumor cerebral. A artista sofreu com esta doença durante 15 anos e levou-a a afastar-se cada vez mais dos palcos. Ainda foi operada e submetida a sessões de quimioterapia e radioterapia, ficando cega de uma vista, com problemas de audição e impossibilitada de falar durante alguns meses. Depois recuperou mas nunca totalmente.

De recordar que o ultimo álbum da banda foi em 2016 com o titulo "Good Karma".

Para recordar ficam êxitos como este Joyride!

 

R.I.P

foto do site blitz

10
Dez19

Reino Unido: Campanhas de voto útil

Todos nós sabemos que quando as coisas estão complicadas em época de eleições, as campanhas pelo voto útil multiplicam-se. E o que é o voto útil? Nada mais, nada menos do que votar num partido diferente do que é costume, para assim tentar maximizar os votos num candidato com mais hipóteses de ganhar contra um rival mais forte.

E nisso, os Britânicos são especialistas, não fossem as campanhas multiplicarem-se na internet como cogumelos! Existe o Get Voting [https://getvoting.org], da organização Best for Britain, Remain United [https://www.remainunited.org], da empresária e activista Gina Miller, Tactical Voting [https://www.tactical-vote.uk], da campanha por um segundo referendo People’s Vote, Tactical Vote [tactical.vote], dos académicos Luke Cooper e Mary Kaldor.

Cada um destes portais na Internet tem sondagens e estatísticas para indicar qual o candidato em melhor situação para forçar um segundo referendo sobre o ‘Brexit’.

Estas plataformas existem porque o sistema eleitoral britânico elege os deputados por círculos uninominais por maioria simples, ou seja, ganha quem tem mais votos [First Past the Post], que muitos consideram menos justo do que o sistema de representação proporcional.

noticia adaptada e imagem tirada do DN