Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Radio TugaNet

Uma Radio Com Gente Dentro Na Web Desde 2002 Estudios em Londres

Rádio TugaNet

30
Jun20

Empresas declaram boicote ao Facebook

Várias empresas estão a cancelar a publicidade no facebook, como forma de protesto contra a inação da rede social em relação à desinformação e ao discurso de ódio. A mais recente baixa é a Coca-Cola.

Esta forma de bloqueio pode prejudicar a empresa em sete mil milhões de dólares (mais de seis mil milhões de euros).

Tudo começou quando um movimento criou a #StopHateforProfit, com a ajuda da Liga Antidifamação e da Associação Nacional para o Progresso de Pessoas de Cor.

A Unilever com sede em Londres e que detém marcas como a Ben & Jerry’s, a Lipton ou Rexona foi uma das primeiras empresas a declarar o boicote.

A Coca-Cola, a Starbucks, a Levi Strauss, a The North Face, a Verizon, a Patagonia, a Hershey’s, a Magnolia Pictures, a JanSport, a Honda e a Diageo foram outras marcas que se juntaram à iniciativa.

Mark Zuckerberg já avisou que vai tomar medidas de forma a proibir o discurso de ódio e proteger grupos minoritários.


Faça download da nossa app em:

(Android)
https://play.google.com/store/apps/details?id=tuganet.virtues.ag.appradio.pro

(Apple)
https://apps.apple.com/us/app/r%C3%A1dio-tuganet/id1478414062?l=pt

29
Jun20

Mil cruzes em homenagem às vitimas da pandemia no Brasil

Foto Myke Sena/EPA

Uma manifestação simbólica, com mil cruzes cravadas em frente ao Congresso brasileiro, serviram para recordar as mais de 57 mil vítimas da covid-19 no Brasil.

O movimento “Stop Bolsonaro” foi organizado por um movimento de esquerda que se identificou como “Resistência e Ação” e que, desta forma, quis recordar as milhares de vítimas do novo coronavírus no Brasil.

Quatro meses desde o primeiro caso registado, o Brasil contabilizou mais de 57000 mortes e 1.313.667 casos confirmados do coronavírus.

É o segundo país com mais vítimas e contágios no mundo depois do Estados Unidos.

As redes sociais foram inundadas com a hashtag #StopBolsonaroMundial, que apelam à renúncia do chefe de Estado devido à constante negação dos números da pandemia.


Faça download da nossa app em:

(Android)
https://play.google.com/store/apps/details?id=tuganet.virtues.ag.appradio.pro

(Apple)
https://apps.apple.com/us/app/r%C3%A1dio-tuganet/id1478414062?l=pt

28
Jun20

Governo vai dar computadores a 300 mil alunos

Segundo o Jornal de Notícias, no próximo ano letivo, o governo vai oferecer cerca de 300 mil computadores aos alunos dos escalões A e B.

Os equipamentos vão custar cerca de 70 milhões de euros, “que sairão da reprogramação dos fundos europeus geridos pelas Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR)”.

Os computadores também vão incluir internet móvel.

O objetivo seguinte é que a oferta seja alargada a toda a comunidade escolar.


Faça download da nossa app em:

(Android)
https://play.google.com/store/apps/details?id=tuganet.virtues.ag.appradio.pro

(Apple)
https://apps.apple.com/us/app/r%C3%A1dio-tuganet/id1478414062?l=pt

27
Jun20

Reino Unido: Ministro diz que não é em Portugal que está o risco

Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, disse que “não há nenhuma razão” para a aplicação de quarentena no regresso ao Reino Unido: “Estamos, designadamente com o Reino Unido, a evidenciar aquilo que é óbvio: Portugal tem melhores indicadores de saúde pública e melhores indicadores de resposta à pandemia do que o Reino Unido. Por isso, não há nenhuma razão, de acordo com os critérios comparativos, para a existência de qualquer aplicação de regras de quarentena no regresso ao Reino Unido”.

Eduardo Cabrita salientou que “basta comparar os dados sanitários” para verificar que, “manifestamente, não é em Portugal que está o risco”.

Em relação aos outros países que colocaram restrições às entradas de passageiros de voos com origem em Portugal, o ministro da Administração Interna confirma estar em “viva discordância” em relação a essas decisões.

“Sem qualquer fundamento, mantêm práticas discriminatórias que violam aquilo que foi definido nas reuniões” entre os 27 Estados-membros da União Europeia, acrescentou sobre esses países.

Sobre a capa do jornal espanhol El País, que noticiava o “confinamento de três milhões de portugueses”, Eduardo Cabrita salientou que se trata de uma informação falsa.

“Manifestamente, não há três milhões de cidadãos confinados. Estamos a falar de um conjunto de 19 freguesias relativamente às quais existe o dever cívico de recolhimento, o que significa – como sabemos, já passámos todos por essa fase num quadro nacional – um dever de circunscrever as deslocações ao local de trabalho e à aquisição de bens alimentares essenciais”, afirmou.


Faça download da nossa app em:

(Android)
https://play.google.com/store/apps/details?id=tuganet.virtues.ag.appradio.pro

(Apple)
https://apps.apple.com/us/app/r%C3%A1dio-tuganet/id1478414062?l=pt

26
Jun20

Reino Unido testa segunda fase da vacina em humanos

O Reino Unido começou o segundo teste da vacina contra a Covid-19, desenvolvida pela Imperial College London.

300 voluntários foram testados desta vez. O primeiro voluntário, que recebeu a primeira toma a 19 de junho, encontra-se bem de saúde, sem nenhum problema até agora. Uma segunda dose da vacina deverá ser administrada dentro de quatro semanas.

Mais 15 voluntários vão também receber uma primeira dose nos próximos dias.

Se esta vacina tiver bons resultadoss, um outro ensaio a mais 6 mil pessoas irá ser feito em outubro.

A chefe da investigação, Katrina Pollock, considerou que o primeiro estudo da vacina foi “uma importante conquista”, por esta ter sido administrada de forma segura.

“Estamos, neste momento, prontos a testar a vacina na fase de avaliação da dose antes de avançarmos para uma avaliação em larga escala”, adiantou a investigadora.


Faça download da nossa app em:

(Android)
https://play.google.com/store/apps/details?id=tuganet.virtues.ag.appradio.pro

(Apple)
https://apps.apple.com/us/app/r%C3%A1dio-tuganet/id1478414062?l=pt

gosto botão

Pág. 1/6