Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Radio TugaNet

Uma Radio Com Gente Dentro Na Web Desde 2002 Estudios em Londres

Rádio TugaNet

28
Abr20

Covid-19: Reino Unido fez um minuto de silêncio pelos profissionais de saúde que morreram

london-1018629_640.jpg

 

Esta terça-feira, o Reino Unido parou para participar num minuto de silêncio em homenagem aos mais de 100 profissionais de saúde que morreram, até à data, a combater a pandemia de Covid-19.

Seja nas ruas, nos hospitais e até mesmo nos supermercados, milhões de pessoas interromperam as tarefas quotidianas para protagonizar um momento arrepiante.

Até mesmo o primeiro-ministro Boris Johnson, parou a reunião com o ministro das Finanças, Rishi Sunak, e fez o minuto de silêncio em pé no interior da residência oficial em Downing Street, em Londres, enquanto a primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, ficou no exterior de St Andrew`s House, em Edimburgo, juntamente com outros membros do executivo autónomo. 

Veja o video:

Video do The Sun

 

17
Fev20

A tempestade Dennis continua a fazer estragos

A tempestade Dennis está a afetar o Reino Unido e países como a Islândia e a Escócia, já estão em alerta.

Foram registadas rajadas de 200 km/h, na Islândia e na Escócia, a agitação marítima também é preocupante.

Já foram registadas  mortes no sudeste de Inglaterra, e há centenas de voos a serem cancelados. Vários comboios também estiveram parados, devido às inundações.

A intensa precipitação aumenta o risco de inundação e a cidade portuária de Tredegar, no sudeste do País de Gales acumulou uma impressionante pluviosidade de 105 milímetros, o equivalente a 105 litros por m2.

Foram construidas barreiras de proteção contra as inundações que afetaram a região de Calder Valley, em West Yorkshire. Os avisos de tempo adverso manter-se-ão, pelo menos, até amanhã.

noticia adaptada do site tempo.pt

 

boasemana.jpg

 

12
Jan20

Caem drones do céu quando chove no Reino Unido

A CNN diz que estão a cair dos céus londrinos, drones utilizados pelas forças policiais do Reino Unido. A situação acontece sempre que chove e está registada num relatório da Agência de Investigação de Acidentes Aéreos do país, divulgado na passada quinta-feira.

O documento revela ainda que em 2019 cerca de 16 drones da série «Matrice 200», fabricados pela empresa chinesa DJI, caíram devido a «falhas técnicas». Em alguns casos os aparelhos estavam a ser utilizados pelas forças policiais, bem como pelos serviços de emergência britânicos, no momento em que se deram os acidentes.

O problema está na perda da potência e do controlo dos drones, o que os levou a cair diretamente no chão, segundo o relatório. Acrescenta-se ainda o perigo representado por este tipo de acidentes, havendo «risco de ferimento em pessoas a ser contemplados nos regulamentos atuais do Reino Unido ou por material de orientação publicado, aplicável à operação de um sistema de aeronaves não tripuladas”.

noticia adaptada e imagem tirada do site executivedigest

10
Jan20

No Reino Unido, mulher faz-se passar por rapaz e abusa de 16 adolescentes

Gemma Watts, de 21 anos, apresentava-se como “Jake Waton” de 16 anos, nas redes sociais. Era lá que entrava em contacto com raparigas, com idades entre os 14 e os 16 anos.

A mulher de 21 anos, que chegou a ter uma “carreira promissora no futebol”, utilizava fotografias suas nos perfis de Snapchat e Instagram mas prendia o cabelo num boné e usava calças de fato de treino largas e uma camisola de capucho para se assemelhar mais a um adolescente.

Falava com as vítimas por mensagem, através das redes sociais, e por telefone, chegando mesmo a trocar fotografias íntimas com as adolescentes. A mulher vivia com a mãe no Norte de Londres e viajou por todo o país para se encontrar com as vítimas.

Gemma Watts foi acusada em setembro e deu-se como culpada de sete crimes — entre os quais abuso sexual e assédio — contra quatro vítimas, uma de 14 anos e três de 15 anos. A polícia identificou sete vítimas, mas, segundo a detetive da Polícia Metropolitana, o número de vítimas poderá rondar os 20 e os 50.

noticia adaptada e imagem tirada do site observador

05
Jan20

Reino Unido pede aos cidadãos para não viajarem até ao Irão ou Iraque

O governo do Reino Unido, pediu para os seus cidadãos não viajarem para o Irão ou o Iraque. Os que estiverem lá, façam o possível para saírem.

"Existe o risco de que os cidadãos britânicos ou que tenham dupla nacionalidade, possam ser detidos ou presos no Irão" - avisou o departamento de relações externas britânico. "O processo de justiça criminal seguido nesses casos fica abaixo dos padrões internacionais. O Irão não reconhece dupla nacionalidade. Se a sua presença não for essencial, considere sair".

"A situação de segurança em todo o Iraque permanece incerta e pode se deteriorar rapidamente."

O líder da oposição, Jeremy Corbyn já pediu explicações a Johnson. Ele quer saber se já tinha conversado com Trump e quais serão as medidas usadas, para garantir a segurança do povo britânico.

noticia adaptada daqui e imagem daqui

gosto botão